Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior


RSS do Ministério do Desenvolvimento

 

Busca Avançada

Preencha os campos abaixo para encontrar o que deseja:
 


Página Inicial » Comércio Exterior » Estatísticas de comércio exterior - DEAEX » Balança comercial brasileira: Semanal

Balança comercial brasileira: Semanal

BALANÇA COMERCIAL BRASILEIRA
MAIO 2015 – 3ª semana


  • RESULTADOS GERAIS

Na terceira semana de abril de 2015, a balança comercial registrou superávit de US$ 296 milhões, resultado de exportações no valor de US$ 4,143 bilhões e importações de US$ 3,847 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 12,843 bilhões e as importações, US$ 10,895 bilhões, com saldo positivo de US$ 1,948 bilhão. No ano, as exportações totalizam US$ 70,774 bilhões e as importações, US$ 73,892 bilhões, com saldo negativo de US$ 3,118 bilhões.

  • ANÁLISE DA SEMANA

A média das exportações da 3ª semana chegou a US$ 828,6 milhões, 4,8% abaixo da média de US$ 870,0 milhões até a 2ª semana, em razão da queda nas exportações de produtos semimanufaturados (-26,2%, de US$ 108,9 milhões para US$ 80,4 milhões, em razão de açúcar em bruto, celulose, couros e peles, ferro-ligas, semimanufaturados de ferro/aço, ouro em forma semimanufatura) e básicos (-3,9%, de US$ 451,5 milhões para US$ 434,1 milhões, por conta de petróleo em bruto, minério de ferro, carne de frango e bovina, fumo em folhas), enquanto cresceram as vendas de manufaturados (+2,4%, de US$ 291,3 milhões para US$ 298,3 milhões, em razão, principalmente, de aviões, automóveis, óxidos e hidróxidos de alumínio, motores e geradores, suco de laranja não congelado, hidrocarbonetos). Do lado das importações, apontou-se crescimento de 9,2%, sobre igual período comparativo (média da 3ª semana, US$ 769,4 milhões/média até a 2ª semana, US$ 704,8 milhões), explicada, principalmente, pelo aumento nos gastos com equipamentos mecânicos, aparelhos eletroeletrônicos, veículos automóveis e partes, farmacêuticos e plásticos e obras.

  • ANÁLISE DO MÊS

Nas exportações, comparadas as médias até a 3ª semana de maio/2015 (US$ 856,2 milhões) com a de maio/2014 (US$ 988,2 milhões), houve retração de 13,4%, em razão da queda de produtos básicos (-17,8%, de US$ 542,3 milhões para US$ 445,7 milhões, por conta, principalmente, de minério de ferro, carne bovina, de frango e suína, farelo de soja, café em grão, soja em grão), manufaturados (-7,6%, de US$ 317,9 milhões para US$ 293,6 milhões, por conta de bombas e compressores, óleos combustíveis, máquinas para terraplanagem, motores e geradores, aviões, óxidos e hidróxidos de alumínio, automóveis e autopeças) e semimanufaturados (-4,8%, de US$ 104,4 milhões para US$ 99,4 milhões, pelas quedas de celulose, couros e peles, ferro-ligas, óleo de soja em bruto). Relativamente a abril/2015, o crescimento foi de 13,0%, em virtude do aumento nas vendas das três categorias de produtos: semimanufaturados (+15,7%, de US$ 85,9 milhões para US$ 99,4 milhões), básicos (+18,1%, de US$ 377,4 milhões para US$ 445,7 milhões) e manufaturados (+6,7%, de US$ 275,2 milhões para US$ 293,6 milhões).

Nas importações, a média diária até a 3ª semana de maio/2015, de US$ 726,3 milhões, ficou 23,9% abaixo da média de maio/2014 (US$ 954,3 milhões). Nesse comparativo, decresceram os gastos, principalmente, com combustíveis e lubrificantes (-42,0%), adubos e fertilizantes (-40,7%), siderúrgicos (-30,9%), veículos automóveis e partes (-30,3%), equipamentos mecânicos (-20,5%) e instrumentos de ótica/precisão (-20,3%). Ante abril/2015, houve queda de 0,9%, pelas diminuições em siderúrgicos (-24,4%), equipamentos mecânicos (-13,5%), veículos automóveis e partes (-12,3%), plásticos e obras (-8,8%), instrumentos de ótica/precisão (-7,2%) e aparelhos eletroeletrônicos (-2,6%).

SECEX/DEAEX
25.05.2015

Balança Comercial Brasileira - Maio de 2015
US$ milhões FOB 
Período Dias  Úteis EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO CORR. COMÉRCIO SALDO
Valor Média Valor Média Valor Média Valor Média
p/dia útil p/dia útil p/dia útil p/dia útil
 
Maio (até a 3ª semana) 15 12.843 856,2 10.895 726,3 23.738 1.582,5 1.948 129,9
 
1a. semana (01 a 10) 5 4.408 881,6 3.432 686,4 7.840 1.568,0 976 195,2
2a. semana (11 a 17) 5 4.292 858,4 3.616 723,2 7.908 1.581,6 676 135,2
3a. semana (18 a 24) 5 4.143 828,6 3.847 769,4 7.990 1.598,0 296 59,2
 
Acumulado no ano 96 70.774 737,2 73.892 769,7 144.666 1.506,9 -3.118 -32,5
 
Janeiro 21 13.704 652,6 16.877 803,7 30.581 1.456,2 -3.173 -151,1
Fevereiro 18 12.092 671,8 14.934 829,7 27.026 1.501,4 -2.842 -157,9
Março  22 16.979 771,8 16.521 751,0 33.500 1.522,7 458 20,8
Abril 20 15.156 757,8 14.665 733,3 29.821 1.491,1 491 24,6
Maio 15 12.843 856,2 10.895 726,3 23.738 1.582,5 1.948 129,9
 
Maio/2014 21 20.752 988,2 20.041 954,3 40.793 1.942,5 711 33,9
Abril/2015 20 15.156 757,8 14.665 733,3 29.821 1.491,1 491 24,6
Var. % Mai-2015/Mai-2014     -13,4   -23,9   -18,5 174,0 283,6
Var. % Mai-2015/Abr-2015     13,0   -0,9   6,1 296,7 429,0
 
Jan-Maio/2015 (até a 3ª semana) 96 70.774 737,2 73.892 769,7 144.666 1.506,9 -3.118 -32,5
Jan-Maio/2014 (até a 3ª semana) 92 80.691 877,1 85.473 929,1 166.164 1.806,1 -4.782 -52,0
Var. % Jan/Mai - 2015/2014     -15,9   -17,2   -16,6    
 
Fonte: SECEX/MDIC
Maio/2015: 20 dias úteis; Maio/2014: 21 dias úteis; Abril/2015: 20 dias úteis.